quarta-feira, 29 de junho de 2016

[Pegadas & Opiniões] 'Saudade' de Linda Holeman

Autoria: Linda Holeman
Editora: Planeta
Edição: Setembro de 2015
N.º Páginas: 543
Tradução: Raquel Dutra Lopes
 
Sinopse: Diamantina tem apenas treze anos quando o pai, um marinheiro holandês que deu à costa na ilha de Porto Santo, a abandona para ir em busca de diamantes no Novo Mundo.Pouco depois, a mãe, uma feiticeira e curandeira africana, adoece e morre, deixando a filha a lutar sozinha pela sobrevivência no pequeno casebre da praia onde viviam.
Por baptizar, marcada pela feitiçaria da mãe e pelo sangue estrangeiro que lhe corre nas veias, essa luta parece condenada ao fracasso. Durante algum tempo, a segurança de Diamantina parece encontrar-se em Abílio, que partilha o sonho de partir daquela ilha.
Contudo, Abílio é um homem sem escrúpulos, que a usa a seu bel-prazer. Se Diamantina fosse uma jovem respeitável, ele tê-la-ia desonrado. Mas ela não é respeitável e não consentirá que a desonrem.
Orquestra a fuga da ilha mediante um casamento de conveniência com um ex-padre, Bonifácio, que se encontra mergulhado num terrível ciclo de culpa, tentação e redenção, e que aceita esta marginal como esposa e penitência, levando-a para casa do pai, num vinhedo rodeado por montanhas, na ilha da Madeira, onde ela se sente ainda mais enclausurada.
Independentemente dos obstáculos que estes homens ponham no seu caminho, Diamantina recusa-se a aceitar o seu destino e determina-se a criar a vida que deseja para si.

Opinião: Fiquei simplesmente apaixonada por esta obra!
Esta é uma viagem inesquecível e um cenário exemplar do século XVIII em Portugal Continental e Ilhas. É incrível a maneira como somos envolvidos nos quatro cenários do livro, desde o Porto Santo, ao Curral das Freiras, ao Funchal e, por fim, Lisboa. Desde já os meus parabéns á autora pela excelente pesquisa e relação entre os principais acontecimentos históricos deste século!
Como já devem ter percebido, este é um romance histórico, onde acompanhamos a doce Diamantina pelo percurso da sua (dura) vida. Filha de uma curandeira e de um marinheiro holandês, esta é a história de uma rapariga que lutará, com todas as suas forças, para encontrar o seu pai e para conseguir uma vida melhor do que a pobreza e isolamento em que vive no Porto Santo.
A sua vida, cheia de encontros e desencontros, amores e desamores, paixões e ódios, fazem com que toda a história da nossa heroína seja excelente. São tantos os acontecimentos e as partidas que a vida prega a Diamantina que nos vemos a sentir compaixão, ternura e receio pela personagem.
Uma leitura intensa e emocionante, que nos presenteia com personagens muito fortes e um enredo que, quem lê, não esquece.

Classificação:


 

segunda-feira, 27 de junho de 2016

[Pegadas & Divulgações] LIDEL lança eBooks de Medicina

Com mais de 800 obras publicadas em português, a LIDEL dá mais um passo no seu crescimento online e disponibiliza sete livros de medicina em versão digital, ampliando desta forma a sua gama de eBooks.
 
Disponíveis em formato epub para permitir uma leitura adaptada aos diferentes dispositivos como o telemóvel, tablet, computador ou portátil, os novos eBooks da editora surgem numa altura em que as tecnologias estão cada vez mais incorporadas no quotidiano e têm como principal objetivo permitir o rápido acesso a informação atualizada.
 
Reforçando sua posição de referência no mercado, a LIDEL pretende com este lançamento responder às necessidades de estudantes e profissionais de medicina que têm um estilo de vida cada vez mais preenchido, contribuindo agora para que de uma forma simples e funcional lhes seja possível a consolidação e aquisição de novos conhecimentos em tempo real.
 
Alguns dos novos eBooks disponíveis no site: 


Intervenção Precoce em Crianças com Autismo
Autoria: Sally J. Rogers e Geraldine Dawson
P.V.P: 26.99€

A linguagem clara e as ilustrações com muitos exemplos de casos práticos torna o conteúdo deste eBook o apoio ideal para que, passo a passo, o leitor conheça todos os aspetos de intervenção, uma vez que fornece inúmeras estratégias para trabalhar com crianças muito jovens, em contexto individual e em grupo. Este eBook, correspondente ao livro físico, é baseado no Modelo Denver de Intervenção Precoce em Crianças com Autismo (ESDM), ajuda a intervir de forma abrangente em recém-nascidos e crianças em idade pré-escolar.




Pertubações do Espectro do Autismo
Autoria: Cláudia Bandeira de Lima
P.V.P: 17.99€

Destinado a profissionais, terapeutas, educadores, professores e pais, este livro, agora em versão digital, tem por objetivo partilhar o conhecimento teórico e prático sobre as PEA e a sua intervenção. Pretende-se também  que se compreenda a necessidade e importância de os materias serem contruídos à medida de cada criança, para que em cada etapa de crescimento, a estimulação seja a mais indicada.
 
 
 
Manual de Psiquiatria Clínica
Coordenação: Maria Luísa Figueira, Daniel Sampaio e Pedro Afonso
P.V.P: 30.98€

Com o objetivo fornecer a estudantes e profissionais de saúde mental conhecimentos nesta área, o eBook Manual de Psiquiatria Clínica, escrito com uma linguagem simples, objetiva e didática, reúne no seu interior várias contribuições de autores especializados que trabalharam numa perspetiva do conhecimento em Psiquiatria Clínica, na linha da tradição científica do Serviço de Psiquiatria do Hospital Santa Maria – CHLN e do ensino da Psiquiatria e da Saúde Mental na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.



Psiquiatria Fundamental
Coordenação: Carlos Braz Saraiva e Joaquim Cerejeira
P.V.P: 31.99€

Reunindo relevantes conhecimentos da Psiquiatria e perspetivas fisiopatológicas, este livro foi desenvolvido tendo em conta diferentes públicos-alvo oferecendo ao leitor uma descrição atualizada e detalhada dos temas, numa ótima de consulta rápida e eficaz. Esta ferramenta verdadeiramente útil pretende esclarecer dúvidas e enriquecer conhecimentos de caráter científico.



 
Geriatria Fundamental
Coordenação: Manuel Teixeira Veríssimo 
P.V.P: 30.98€

O envelhecimento leva a um aumento substancial das limitiações motoras. Com o aumento da população idosa, a Geriatria centra o seu estudo na prevenção e tratamento da doença e incapacidade em idade avançada. Dividido em 42 capítulos, o eBook Geriatria Fundamental pretende contribuir para o aumento do nível do conhecimento dos profissionais que lidam com população idosa, melhorando a sua qualidade de vida.

 

[Pegadas & Divulgações] Novidades Bizâncio - Junho



Título: Somos Todos Artistas
            Pense como um artista e tenha uma vida mais criativa
Autor
: Will Gompertz
Código de Barras:
9 789 725 305 775
Págs.: 224+8 de extratexto
Preço: Euros 15,09 / 16,00
Formato: 14cmx21cm - Capa Dura
 
Sinopse:
Porque será tão simples para certas pessoas ter ideias novas e brilhantes?
E como as transformam em obras admiráveis?
─ Sejamos curiosos como Caravaggio que, com a descoberta da óptica e das potencialidades das lentes, alterou a arte ocidental.
─ Sejamos perseverantes como Miguel Ângelo que, não gostando assim tanto de pintar, aceitou contrariado a obra da Capela Sistina, trabalhando incessantemente e com grande desconforto, deitado num andaime, durante anos.
Com sabedoria, inteligência e um notável sentido de humor, o autor fornece-nos uma perspectiva clara sobre as vidas, hábitos e pensamento dos grandes criadores, explica-nos as suas características e o que faz deles os mestres sublimes que admiramos, ajudando-nos a pensar como eles para podermos estimular e desenvolver vidas mais criativas e produtivas.
 
Do autor de «150 Anos de Arte Moderna Num Piscar de Olhos»
 
-----------------------------------------------------------------------------------------------------
 
Título: Crónicas do Mercador da Galáxia
             A Demanda da Safira
Autor
: Pedro Freire Costa
Código de Barras:
9 789 725 305 744
Págs.: 160
Preço: Euros 9,34 / 9,90
Formato: 14cmx21cm
 
Sinopse:
Depois de O Mercador da Galáxia, Pedro Freire Costa, volta a surpreender-nos com mais uma nova aventura do mercador.
Nesta nova história saberemos como nasceu a amizade entre o narrador e o mercador Olof Astor e a origem da invulgar nave a que este deu o nome de «Helena».
Que intenções terá a misteriosa personagem que se diz ser um comerciante de pedras preciosas?
Na sua demanda por enormes safiras, o que pretenderá ele do mercador Olof Astor?
 Uma história carregada de contornos misteriosos, uma nova viagem atribulada do mercador da galáxia que cativará os jovens leitores desde a primeira página.
 
----------------------------------------------------------------------------------------------------
Título: O Medico de Córdova
             5ª Edição
Autor
: Herbert Le Porrier
Código de Barras:
9 789 725 300 367
Págs.: 288
Preço: Euros 11,79 / 12,50
Formato: 14cmx21cm
Romance Histórico
 
Sinopse: Em Córdova, na Andaluzia, pode ainda encontrar-se o busto em bronze de uma personagem de rosto emaciado e olhar de águia: a inscrição diz-nos que se trata de Moisés Maimónides, médico judeu, nascido em 1135 nessa cidade.
Ali viviam em harmonia árabes, cristãos e judeus, oferecendo ao mundo um modelo nunca igualado de civilização e de tolerância. Aos doze anos, Moisés Maimónides tornar-se-ia discípulo do grande pensador árabe Averróis, antes de se apaixonar pelo estudo da medicina.
Aquele a quem os escolásticos cristãos dariam o nome de «Águia da Sinagoga» por ter tentado, antes de Tomás de Aquino, conciliar a Bíblia e Aristóteles, foi forçado ao exílio devido ao fanatismo dos novos conquistadores árabes, iniciando então uma longa errância em redor do litoral mediterrânico.
Morreu em 1204, tendo deixado uma obra filosófica e científica que iria brilhar ao longo dos séculos por todo o Ocidente.
 
 
O Médico de Córdova é o romance da sua vida apaixonante.
 
 
 
 

[Pegadas & Divulgações] Novidades A Esfera dos Livros - Junho

Sinopse:
Somos Todos Idiotas?
Esta é a pergunta a que o humorista responde neste livro sarcástico e contundente em que disseca a sociedade portuguesa. E Diogo Faro não deixa nenhuma tribo de fora. Somos todos Idiotas? viaja pelo mundo dos betos, dos hipsters, dos taxistas, dos viciados nos ginásios e nas redes sociais, dos que vivem de chavões e de frases feitas, dos engatatões dos tempos modernos, dos que buzinam por tudo e por nada, dos aficionados das touradas, das criancinhas que são educadas para serem futuros déspotas, das mães defensoras da amamentação como espectáculo ao qual toda a gente não só quer assistir como devia pagar bilhete ou daqueles que espremem borbulhas em público, num cenário que provocar vergonha alheia…
Mas será que não somos todos idiotas? Somos todos, acima de tudo, hipócritas. Desde o próprio autor, que criticou ao longo deste livro tantas coisas nas quais acaba por se rever, até nós, que nos rimos em clara concordância, mas que – secretamente – também fazemos tudo, ou quase, o que juntos criticámos.
 No fundo, somos todos idiotas. Mas uns mais do que outros.
 
 
Sobre o autor: O Diogo Faro gosta mesmo é de viajar. E, para isso, é preciso que este livro venda bem para que ganhe dinheiro para ir embora outra vez. Formado em Publicidade & Marketing, depois de bonitas experiências a estudar e trabalhar no estrangeiro trabalhou em várias agências como criativo. Certo dia, despediu-se do seu estável emprego para se tornar comediante, naquela que se tornou na melhor piada da sua carreira até agora. Entretanto, destacou-se nos seus espectáculos "Sensivelmente Idiota Talkshow ao Vivo", em vídeos bem divertidos na internet e naquilo que o levou a esta obra, as suas crónicas satíricas. É músico, sportinguista e ligeiramente misantropo mas, acima de tudo, é amigo do seu amigo, apaixonado pela vida e apanha todas as pedras do seu caminho para um dia construir uma marquise ilegal. Neste momento, mesmo com milhões de projectos entre mãos, planeia já lançar mais 17 livros e iniciar workshops que misturam life coaching com samba na cara das inimigas.
 
------------------------------------------------------------
 

Sinopse:
Um relógio oferecido a Idanha-a-Velha por Quinto Tálio;
Uma Agripina sem cabeça e uma cabeça sem corpo na cidade de Beja;
As histórias de Labéria que morreu com 42 anos, de Lúcio Cecílo, Caio Cantio Modestino, da pequena Quintila, de Ânio Primitivo ou de Júlia Modesta.
Estes são alguns dos personagens que povoam este livro que nos transporta para a época romana. A única diferença que existe em relação a milhares de outros habitantes destas terras que nós hoje habitamos é o facto de eles, ou outros por eles, terem gravado na pedra os seus nomes. Olhando para os vestígios que nos foram deixados pelos nossos antepassados é possível reconstituir a história da Lusitânia. De norte a sul do país e percorrendo também terras espanholas, este livro permite-nos quebrar o enorme silêncio que é o passado e abrir pequenas grandes frestas que nos desvendam a nossa história e os desejos e medos, as aspirações ou os modos de ser e formas de vida daqueles que habitavam a Lusitânia. A arqueóloga Lídia Fernandes dá-nos a conhecer algumas das maravilhas arqueológicas que o nosso país encerra e revela-nos o significado oculto de ruínas, locais escondidos e pedras que num primeiro momento podem não nos dizer nada, mas que têm tanto para contar sobre o nosso passado.
 
 
Sobre a autora: Lídia Fernandes é licenciada em História, Variante de Arqueologia pela Universidade de Coimbra. Posteriormente, tirou o Curso de Especialização «Arquitectura e Urbanismos Romanos» da Universidade Lusíada. Frequentou a Pós-Graduação em Arqueologia pela Universidade Autónoma de Lisboa e fez um Mestrado em História de Arte na Universidade Nova de Lisboa. Desde 1989 desempenha funções como arqueóloga na Câmara Municipal de Lisboa, desenvolvendo actividade científica nas áreas de Arqueologia, História e História da Arte. Desde 2009 é Coordenadora do Museu do Teatro Romano, sendo a responsável científica das intervenções arqueológicas no local desde 2001. Realizou múltiplas escavações na cidade e por todo o país, dedicando-se também ao projecto de investigação História dos Jogos em Portugal (Projecto da FCT) e, desde 1995, ao projecto de investigação sobre capitéis romanos em território nacional, área de especialização. Participou em diversas reuniões científicas, tendo publicado inúmeros artigos sobre temas de arquitectura e decoração arquitectónica de época romana, jogos de tabuleiro, arqueologia urbana e sobre várias estações arqueológicas. É arqueóloga dos Museus Municipais (C.M.L) e coordenadora do Museu do Teatro Romano


sexta-feira, 17 de junho de 2016

[Pegadas & Divulgações] Novidade de Junho da Oficina do Livro

Sobre a obra: Um guia básico para compreender as particularidades de um divórcio, nas suas diferentes vertentes: filhos, casa, bens e pensões de alimentos.
 
Divórcio – O Guia Essencial apresenta soluções e dá respostas a muitas e delicadas perguntas que ninguém consegue evitar, desde o primeiro instante. Está organizado por 13 capítulos, correspondentes à sequência por que normalmente passa um processo de divórcio (desde as primeiras conversas do casal sobre o tema até ao divórcio propriamente dito e, mais tarde, ao iniciar de uma nova fase da vida).
Um livro prático, que o ajuda a gerir o pânico do fim de uma relação, que ajuda a redefinir o relacionamento com o ex-cônjuge e com os filhos, e ainda colocar as finanças em ordem. Apresenta soluções e dá respostas a muitas e delicadas perguntas que ninguém consegue evitar, desde o primeiro instante:
  • ·         Como se diz a uma pessoa que a relação acabou?
  • ·         E o que acontece a seguir?
  • ·         Como se trata da papelada?
  • ·         Vai ser preciso um advogado?
  • ·         É diferente se estivermos casados ou se vivermos em união de facto?
  • ·         Qual é a melhor estratégia para evitar que o conflito alastre?
  • ·         Em que momento se conta aos filhos?
  • ·         O que é considerado património e como se divide?
  • ·         Digo tudo o que penso ou contenho-me?
Sobre o autor: É advogado, e docente do ensino superior em cursos de licenciatura e mestrado.
Mestre em Direito pela Universidade de Coimbra, autor de diversos artigos, tem 20 anos de experiência na resolução de conflitos familiares e na prática dos tribunais. Introduziu em Portugal o conceito de online legal services (2006) e o de divórcio colaborativo (2014). É juiz árbitro no Centro de Arbitragem Administrativa (CAAD).
 

quinta-feira, 16 de junho de 2016

[Pegadas & Divulgações] Novidades de Junho - A Esfera dos Livros

Ajudar os portugueses a comprar bem e barato, dando ao mesmo tempo a conhecer toda a riqueza e diversidade do nosso país num universo tão apaixonante e complexo como o dos vinhos, é o principal objectivo deste livro do crítico João Afonso, autor de Entender de Vinho e Curso de Vinho Para Verdadeiros Apreciadores (ambos editados por A Esfera dos Livros).
101 GRANDES VINHOS POR MENOS DE 10 € é, por isso, o caminho mais seguro para descobrir o arrebatador mundo do vinho português.
Seguro porque a qualidade da escolha é aqui garantida por um dos maiores especialistas em Portugal; e seguro porque os vinhos aqui referenciados têm um preço mais do que adequado ao seu valor. Este livro impede-nos, assim, que gastemos mais do que gostaríamos num bom vinho, ao mesmo tempo que nos orienta com critério e rigor diante das gigantescas muralhas de garrafas e rótulos em que se tornaram as prateleiras dos supermercados.
Hoje existem tantos vinhos bons em Portugal, tantas empresas profissionais, idóneas e competentes que, além de ser difícil escolher, há sempre o risco de se cometerem injustiças por omissão num livro como este. Mas, como diz o povo, enquanto há dois, há escolha. E esta foi a selecção que pareceu mais justa a um especialista tão reputado como João Afonso. Eleger este conjunto de vinhos de grande qualidade no meio de milhares de referências foi uma tarefa arrojada a que o autor se entregou com todo o conhecimento, experiência e capacidade de comparação que foi acumulando ao longo de anos de paixão e estudo.
Sobre o autor: João Afonso - Nasceu em Coimbra em 1957 e é o quarto filho de seis de uma típica família beirã: o pai, um respeitado médico de província; a mãe, doméstica e responsável pela sólida educação das crianças. João, o mais irrequieto, ingressou em 1976 num curso de Educação Física, que terminou mas nunca professou. Em 1978, entrou para o corpo de baile do Ballet Gulbenkian, onde acabaria mais tarde por se tornar 1.º Bailarino da Companhia, que deixou, com honra e brio, no ano de 1994, para abraçar de alma e coração aquilo que lhe tomava grande parte do pensamento desde há anos. O vinho, que começara por ser um antídoto contra as dores musculares que trazia todos os dias para casa depois de horas de intenso treino, transformara-se entretanto numa enorme paixão, felizmente partilhada por sua mulher, com quem criou três filhos e que sempre o apoiou em todos os projectos de vida, os quais passam também pelo vinho há mais de vinte anos. Desde 1994 que escreve regularmente para a Revista de Vinhos e ocasionalmente para outras revistas e jornais. É autor de vários guias de vinhos e de dois livros editados por A Esfera dos Livros. João Afonso prova, pensa, escreve e vive com o vinho. Em 2009, iniciou um projecto de vida e agora, além de crítico, é também produtor de vinho na região de Portalegre, onde procura recuperar e manter viva a memória das fantásticas vinhas centenárias da serra de São Mamede. Aí vive e trabalha como viticultor, provador e escritor de frases que tentam ajudar a fazer do vinho uma das artes mais sublimes do espírito humano.
À venda a partir de 17 de Junho.
-----------------------------------------------------------------------------
Sinopse: Corria o ano de 1932 quando um jornalista português chega a Twickenham, em Inglaterra, mais precisamente a a Fulwell Park, a residência de D. Manuel II, que há 22 anos vive no exílio.
Apresenta-se ao monarca para o entrevistar e com o projeto de uma biografia. O rei percorre memórias dia após dia, discute o presente com o visitante... Morre inesperadamente, antes do trabalho concluído e nem a entrevista nem o livro chegam a ser publicados... Mais de oitenta anos depois, em 2016, um jovem português recebe um inesperado presente da dona da casa londrina onde está instalado: uma mala antiga cheia de papéis.
Este é o ponto de partida do enredo que nos traz Nuno Galopim na sua primeira ficção. Em Os Últimos Dias do Rei, o jornalista debruça-se sobre a vida de D. Manuel II, o último rei de Portugal – que recebeu o trono aos 18 anos, após o assassínio do pai e do irmão no Terreiro do Paço - uma figura mítica para monárquicos e nostálgicos, mas completamente desconhecida dos portugueses.


Sobre o autor:
Nuno Galopim começou por traçar um futuro nas ciências, mas o jornalismo, a rádio e, sobretudo, a música e o cinema acabaram por falar mais alto. Com 27 anos de carreira nos media escreve hoje no ExpressoBlitzTime Out e Metropolis e é autor dos blogues Sound + Vision e Máquina de Escrever. Tem trabalho na música (do álbum Humanos à série O Melhor do Pop-Rock Português) e no cinema (como ator, produtor, consultor e programador, estando a preparar a sua primeira obra na realização). Nos livros estreou-se, era ainda aluno de Geologia, com Vida e Morte dos Dinossáurios (1992), em co-autoria com pai, o Professor Galopim de Carvalho. É o autor dos livros Retrovisor: Uma Biografia Musical de Sérgio Godinho (2005), Os Marcianos Somos Nós (2015) e The Gift – 20 (2015) e colaborou na Enciclopédia da Música Ligeira PortuguesaOs Últimos Dias do Rei é a sua primeira obra de ficção.

À venda a partir de 17 de Junho.

quarta-feira, 8 de junho de 2016

[Pegadas & Opiniões] 'Um Anjo de Quatro Patas' de Walcyr Carrasco

Autoria: Walcyr Carrasco
Editora: Castor de Papel
Edição: Março de 2015
N.º Páginas: 184
 
Sinopse: Este livro conta a história, a amizade e os bons momentos vividos entre o autor, Walcyr Carrasco e Uno, o seu husky siberiano. Se alguém perguntar se os acontecimentos deste livro são verdadeiros, o autor responderá que sim mas que também são ficção. O importante é saber que o Uno existiu e que a emoção é absolutamente verdadeira.
 
Opinião: 'Um Anjo de Quatro Patas' conta-nos a relação de um homem com o seu cão husky, Uno.
Depois de sofrer uma perda dolorosa, o autor acaba por adoptar Uno, neto de um famoso avô digno de revista, e ver o seu porto de abrigo nele.
Ao longo do livro vamos acompanhando as peripécias e vivências do autor com o seu cão e vamos soltando algumas risadas, pela maneira como o autor desmistifica todos os pensamentos do seu patudo.
Passados alguns desenvolvimentos na sua carreira, este homem aceita escrever uma rubrica semanal numa revista de cães e Uno torna-se numa estrela quando o seu dono decide escrever as rubricas a partir da perspectiva do animal, como se fosse Uno o escritor.
Esta é uma leitura muito suave, bem-humorada e divertida. Começamos o livro a rir e terminamos a chorar de emoção. Quem tem animais de estimação vai identificar-se bastante com alguns episódios hilariantes retratados, ou até apenas os pequenos pormenores do dia-a-dia em comum com os nossos cães/gatos. Quem não tem animais de estimação também deve ler este livro para perceber o quão bom é receber o amor e companheirismo destes seres maravilhosos.
Só depois de terminar a leitura é que percebi que o autor foi o guionista de uma das minhas telenovelas favoritas: 'Chocolate com Pimenta'.
Gostei mesmo muito, e agradeço à Castor de Papel por me ter proporcionado esta leitura emotiva.
 
Classificação:
 
 
 
 
 

domingo, 5 de junho de 2016

[Pegadas & Opiniões] 'Sombras de Paixão' de Elizabeth Adler

Autoria: Elizabeth Adler
Editora: Quinta Essência
Edição: Julho de 2015
N.º Páginas: 671

Sinopse: Um deslumbrante mundo de dinheiro, paixão e poder.
Apenas com a sua beleza exótica, inocência sedutora, orgulho e espírito impetuoso, Léonie veio da França rural para encontrar o seu futuro em Paris. Da vergonha dos cabarés ela ascende à fama internacional cantando com sentimento sobre o amor e a saudade. De Paris à Cote d'Azur, de Nova Iorque ao Brasil, de Cuba ao Cairo, Léonie move-se num deslumbrante mundo de dinheiro, paixão e poder - um mundo onde ela semeia tempestades de desejo e paixões. 
O poderoso Duc de Courmont irá dar-lhe tudo exceto amor...
Maroc não conseguiu protegê-la dela própria…
Charles vai pagar caro alguns momentos de felicidade roubados…
Jacques não conseguiu libertá-la das recordações e dos anseios…
Jim ofereceu-lhe um porto de abrigo, mas isso não bastou….
No entanto, nenhum deles conseguirá tocar uma parte da sua alma… exceto o homem que experimentou o seu ódio e a sua paixão…

Opinião: Sou uma fã incondicional de Elizabeth Adler, mas tenho já a confessar que esta leitura foi um desafio para mim. Em primeiro lugar porque o livro é enorme e com as letras um pouco mais pequenas que o comum, o que significava que teria de dedicar mesmo muito tempo a esta leitura. Como o tempo ás vezes é escasso acho que nunca demorei tanto tempo a ler um livro! (demorei 12 dias, podia ter sido pior!). Em segundo lugar, porque pela primeiríssima vez a autora traz-nos uma espécie de romance de época que remete a 1890 em Paris, e não estava mesmo nada á espera, mas adorei.
Léonie, uma bela camponesa dos campos da Normandia, decide mudar-se para Paris. Lá começa como vendedora num loja muito chique e aí trava amizade com Maroc, um rapaz pobre como ela mas muito amigo e fiel. Também na pensão onde fica instalada faz novas amizades com as dançarinas de um cabaré que a incitam a tentar novas experiências no mundo dos cabarés de Paris.
O mundo das lojas da alta sociedade faz com que Léonie conheça Caro e tornam-se amigas inseparáveis, apesar de serem de diferentes classes sociais.
Numa das elegantes festas de Caro, a nossa protagonista conhece Rupert e Duc de Courmont, e ambos se enfeitiçam por ela. Doce, jovem e muito genuína Léonie parte qualquer coração parisiense.
No entanto, a escolha de Léonie recai logo sobre Rupert e estes vivem um amor alucinante e intenso, enquanto Duc de Courmont prepara um plano algo malicioso para ter Léonie nos seus braços. E esse plano acaba por ser bem sucedido quando Léonie é abandonada por Rupert, que casa com outra rapariga para não decepcionar a sua família.
Triste e abandonada, Duc de Courmont aproveita-se desta fragilidade da nossa heroína e aqui começa o principal enleio deste romance.
Apresentada como amante oficial de Duc, Léonie passa a integrar o mundo da alta sociedade, mas rapidamente se apercebe que a riqueza e estabilidade que Duc lhe dá não é o suficiente para se sentir feliz. Se por um lado, ele lhe apresenta o mundo do luxo, por outro lado não lhe dá o amor que ela deseja.
Duc de Courmont, um homem sensual mas possessivo e manipulador, fará de tudo para não permitir que Léonie se separe dele e tem o pensamento comum de homem ciumento "se não és minha também não serás de mais ninguém".
Léonie tenta recomeçar a sua vida mas sempre com aquela sombra de Duc de Courmont, que tanto directamente como indirectamente influencia a sua vida.
Este romance apresenta-nos trinta anos da vida da protagonista, uma vida de muitas paixões, desilusões, medos, risos, lágrimas, perigos, a sua ascensão ao estrelato e a decisão mais importante e dolorosa de toda a sua vida para se proteger de Duc de Courmont.
Acabamos por dar a volta ao mundo pela magia dos vários lugares que Elizabeth Adler nos traz, desde o Brasil, a Cote d'Azul, Paris e Nova Iorque. Com um fim surpreendente, esta leitura proporcionou-me momentos de alegria, ternura, de muito fascínio pelo desenvolvimento de todas as personagens ao longo da trama, mas também de revolta pelos planos doentios de Duc que significavam tudo menos amor por Léonie.
Na minha opinião, o livro deveria ter sido divido em dois, pois tornou-se demasiado extenso num só livro. Tenho a certeza de que todos os leitores iriam ficar ansiosos pelo desfecho final deste belo romance e comprariam o próximo livro sem pestanejar.
Mais uma vez, Elizabeth Adler a surpreender!

Classificação:




sexta-feira, 3 de junho de 2016

[Pegadas & Divulgações] 'Até que o amor me mate' de Maria João Lopo de Carvalho

Depois de Marquesa de Alorna e Padeira de Aljubarrota, no seu novo livro Maria João Lopo de Carvalho lança um convite irresistível aos leitores: conhecer o poeta dos poetas através das sete mulheres que amou. 
 
Luís Vaz de Camões terá amado sete mulheres, as mesmas sete mulheres que mais o amaram ao longo dos seus 55 anos de vida. No seu novo livro, que chega amanhã às bancas e na terça-feira, 7 de Junho, às livrarias, Maria João Lopo de Carvalho lança aos leitores o desafio de conhecer a história do homem, do poeta, do soldado, do marinheiro, que é também o nome mais importante da literatura portuguesa. Até que o Amor me Mate é uma história de conquistas e esperas, de amores e desamores, de tempos de ventura e desventura, de ódios e paixões; uma história contada no feminino a sete vozes que, vindas de longe e atravessando terras e mares, encontram porto de abrigo na intimidade dos nossos corações. Esta é a história de um homem que em palavras, versos, estrofes consegue viajar no tempo para nos trazer a história singular de um mundo maior e de um amor maior. Uma história imortal que 500 anos depois continua viva, nova, próxima e presente.
 
Além do extenso trabalho de pesquisa, a aventura da escrita deste livro levou a autora a viajar, sozinha, ao longo de dois meses pelos locais por onde andou Camões antes de escrever Os Lusíadas. No outono de 2015, Maria João Lopo de Carvalho percorreu 16 cidades, passou por mais de 20 aeroportos e voou por dezenas de horas, levando nesta sua epopeia apenas uma mochila e, dentro desta, um exemplar de Os Lusíadas, a que chama o “bilhete de Identidade” dos portugueses que queiram percorrer estas terras.
 
Numa parceria entre a Leya e o grupo Impresa (Visão, Expresso e Caras), poderá adquirir o novo romance histórico, nos quiosques habituais. “Até que o Amor me Mate – As Mulheres de Camões”, terá pré-venda na Visão e Expresso, a partir de 2 de Junho.
 
Sobre a autora: Maria João Lopo de Carvalho licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas pela Universidade Nova de Lisboa. Foi professora de Português e de Inglês, criou a primeira escola de Inglês em regime extracurricular para os mais novos e trabalhou como copywriter em publicidade. Passou ainda pelas áreas de Educação e Cultura na Câmara Municipal de Lisboa.
Tem mais de setenta títulos editados, entre romances, livros de crónicas, manuais escolares – com a chancela do Instituto Camões – e dezenas de livros infanto-juvenis, a maior parte deles no Plano Nacional de Leitura. O seu primeiro best seller, Virada do Avesso, foi publicado pela Oficina do Livro em 2000. É presença regular na televisão e na imprensa, mas sobretudo nas escolas e bibliotecas de Norte a Sul do país, incentivando nos mais novos o gosto pela leitura.
Até que o Amor me Mate é o seu terceiro romance histórico, depois de Marquesa de Alorna (2011) e Padeira de Aljubarrota (2013), ambos best sellers.

quarta-feira, 1 de junho de 2016

[Pegadas & Divulgações] Novidade de Maio de A Esfera do Livro



 
Sinopse: As mitologias contam-nos como, desde os tempos mais remotos, o sonho de voar foi sempre para a Humanidade um desafio e uma ambição.
 
Portugal também juntou o seu nome à história das grandes viagens aéreas mundiais com o contributo de uma geração de notáveis aviadores que voaram sobre o Atlântico, a África, o Médio Oriente e a Ásia. Grande parte destes pioneiros eram jovens pilotos, da Aviação Naval e da Aeronáutica Militar, que deixaram para trás o conforto e a rotina diária, aventurando-se no desconhecido, arriscando a vida em frágeis aviões, com que sobrevoavam pela primeira vez e durante horas, vastas regiões desconhecidas e inóspitas. 
 
Confinados durante longas horas nos espaços exíguos e desconfortáveis dos aviões, obrigados a uma pilotagem constante e atenta, tantas vezes em cabines abertas desprotegidos do frio, do calor, da chuva, das poeiras, do ruído do motor e dos odores intensos do óleo e da gasolina.  A juntar a estas dificuldades, dispunham de mapas pouco precisos, campos de aviação desconhecidos e em mau estado, onde encontravam poucos apoios e locais desconfortáveis para retemperar forças.
 
Nenhuma destas limitações travou a vontade indomável destes aviadores pioneiros, protagonistas de situações hoje inimagináveis para quem conhece o conforto das viagens aéreas. Aviadores Portugueses - 1929-1934 - A Aventura dos Pioneiros  é um testemunho da coragem e do valor destes homens, que ajudaram a erguer a aviação portuguesa, voando pelo mundo entre 1920 e 1934.


O autor: Mário Correia Nascido em Lisboa em 1953, licenciou-se em História pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Foi aviador e Conservador do Museu do Ar. Dirigiu a participação dos Açores na EXPO 98 e a recuperação do Teatro Micaelense em Ponta Delgada. Foi co-autor dos livros As Viagens Aéreas dos Portugueses e A Aviação na Madeira. Coordenou o projecto museológico de reinstalação e ampliação do Museu do Ar em Sintra em 2009, museu que em 2013 recebeu o prémio da APOM para o melhor museu português. É autor de vários trabalhos sobre História da Aviação Portuguesa, publicados em revistas da especialidade.
 


[Pegadas & Divulgações] Novidade de Junho de A Esfera dos Livros: 'A mãe da Maria' de Ana Rebelo




À venda a 3 de Junho
 
Sinopse: A Maria nasceu com uma deficiência genética única no mundo e uma esperança de vida de 48 horas – mas trocou as voltas a todas as previsões pessimistas. E não apenas no que diz respeito ao desfecho do seu nascimento.
A mãe, Ana, e o pai, Jorge, poderiam fazer parte da grande percentagem de casais que veem nascer um filho deficiente e que depois se separam. No entanto, foram perseverantes e hoje estão mais unidos do que nunca. Dezasseis anos depois, é uma evidência para esta família, da qual também fazem parte os irmãos mais novos de Maria, que venceram um enorme desafio e que a convivência diária com alguém tão especial se tornou numa lição de vida preciosa e numa fonte de amor inesgotável.
 
Esta é a história de Ana Rebelo, a mãe da Maria, uma mulher que teve medo, como qualquer um de nós teria no seu lugar, mas que se deixou levar pela esperança. Uma história de vida autêntica e intensa, onde cabem preocupações, incertezas, conquistas, alegrias e muitas, muitas escolhas.
 
“A fragilidade que encontram neste livro torna-me capaz de olhar para o mais fundo de mim e continuar a acreditar que conseguirei sempre dar a volta. Faz-me aceitar a minha vulnerabilidade e deixar de ter medo de a expor. Se em si, querido leitor, despertar o mesmo, ficarei verdadeiramente feliz”.A Maria nasceu com uma deficiência genética única no mundo e uma esperança de vida de 48 horas – mas trocou as voltas a todas as previsões pessimistas. E não apenas no que diz respeito ao desfecho do seu nascimento.

Autora: Ana Rebelo é mãe de três filhos, vive em Lisboa e atualmente dirige o mercado português de uma multinacional.
É também a autora (e dinamizadora) da campanha nacional “Ativar a Inclusão” e, ainda, a mãe por detrás do blogue «A Mãe da Maria», nome pelo qual é conhecida entre os desconhecidos desde que teve a sua primeira filha, há 16 anos.
Agradece todos os dias as transformações extraordinárias que a diferença da Maria trouxe à sua vida e à de todos lá em casa.