quarta-feira, 23 de agosto de 2017

[Pegadas & Opiniões] 'Só Nós Dois' de Nicholas Sparks

Sinopse: Por vezes, basta um segundo para mudar a nossa vida. E nesse instante avassalador, tudo aquilo que pensamos saber - e possuir - perde o seu valor.
Russell Green tem trinta e dois anos, é casado com Vivian, uma mulher lindíssima e dedicada; tem uma filha encantadora e uma carreira de sucesso. Dir-se-ia que a sua vida é de sonho. Mas o sonho vai dar lugar a um pesadelo… De um momento para o outro, Russ perde a mulher e o emprego e fica a sós com a filha de seis anos, London. Pela primeira vez, percebe que não pode entregar-se à sua própria dor pois London depende agora unicamente dele. Russ vai ter de se superar, de desbravar caminho, começar de novo…
Mas não é fácil cuidar de uma criança sozinho, fundar um negócio próprio, e lidar com as emoções contraditórias que ameaçam paralisá-lo. O dia a dia com a filha é uma montanha-russa de escolhas, consequências e anseios. É muito mais difícil do que alguma vez imaginara. Mas é também infinitamente mais gratificante do que a correria de outrora.
E quando o imprevisível destino abre novamente a porta ao amor, deixa entrar algo mais. Algo para o qual Russ - mais uma vez - não está preparado.
Só Nós Dois é um retrato da experiência simultaneamente aterradora e gratificante de ser pai solteiro: dos desafios aos riscos, e, claro, às recompensas. Relembra-nos a importância dos laços de família e do amor.

Opinião: Já há imenso tempo que não me emocionava tanto com um livro.
Estamos habituados a que Nicholas Sparks nos apresente um romance com um amor arrebatador mas este foge um pouco à regra. Talvez seja um amor arrebatador mas familiar e não romântico. 
Este é um livro verdadeiramente enternecedor que aborda temas muito atuais como o amor, o divórcio, a doença, a homossexualidade, a vida monoparental.
Só nós dois conta-nos a história familiar de Russ, a sua mulher Vivian e a filha de ambos London. Russ tem a vida com que sempre sonhou até que, numa sucessão de diversos acontecimentos fortes, esta vida de sonho se desmorona: fica desempregado, a mulher pede o divórcio e a sua filha de cinco anos fica ao seu cuidado.
Russ, um homem negligenciado por Vivian, que sempre o usou para seu proveito próprio como uma espécie de fantoche, vê-se obrigado a dar a volta por cima e a aprender a lidar com a realidade de criar uma filha "sozinho". E escrevo sozinho entre aspas porque Russ contou com o apoio dos seus pais e da sua irmã Marge e cunhada Liz, uma dinâmica familiar super amorosa.
Adorei a história familiar de Russ, foi um dos principais pontos emocionantes do livro, pois quando Russ pensa que a sua vida não pode piorar, algo de muito injusto e cruel acontece.
Apesar de ser um livro de cerca de quinhentas páginas, damos por nós a querer devorar todos os acontecimentos e maneira do protagonista ultrapassar os obstáculos do dia-a-dia com a sua pequena, com o seu novo trabalho e com o seu novo amor.
Podem contar com um final dramático, um toque já esperado pelos leitores que bem conhecem Nicholas Sparks.
Tenho de dar os Parabéns à Editora pela capa: não poderia ser a mais adequada pois retrata uma das cenas mais adoráveis entre pai e filha.
Adorei e recomendarei, sem dúvida alguma.

Classificação:

sábado, 19 de agosto de 2017

[Pegadas & Opiniões] 'Empurrado para o Pecado' de Monica James

Sinopse: O livro começa onde o anterior nos deixou, com Dixon a tentar fugir das garras de Juliet, e manter o relacionamento crescente com Maddy. Mas o que não esperava era ter de percorrer um caminho tortuoso para afastar a vil Juliet da sua vida.
Dixon Matthews percebe que está tão apaixonado que fará qualquer coisa para proteger a mulher que ama, até mentir de forma a esconder os pecados do passado. Com a ajuda dos dois melhores amigos, Dixon tenta encontrar uma solução para o problema, mas sem êxito.
Decide uma jogada muito arriscada para se livrar de Juliet enquanto tenta manter o relacionamento com Madison. Só que uma vida dupla não se consegue manter para sempre.

Opinião: Assim que soube que haveria sequela do romance "Viciado no Pecado" fiquei em êxtase, pois foi o livro erótico que mais me cativou este ano, e estava desejosa de saber como iriam terminam as peripécias de Dixon.
É sempre uma lufada de ar fresco ler um romance erótico sob a visão de um homem. Dixon, um psiquiatra prestigioso, continua a sua luta contra a teia de mentiras em que se colocou por causa de duas mulheres tão distintas. Se por um lado deseja contar toda a verdade ao seu amor, Madison, por outro lado pensa que estará a protegê-la se não o fizer.
Juliet está disposta a jogar um jogo perigoso com Dixon, ameaçando revelar todos os pecados do mesmo. Quem sucumbirá primeiro a este jogo perigoso?
No desenrolar da narrativa vamos vendo as personagens a amadurecer. Adorei reler a camaradagem entre Dixon e os seus melhores amigos, Finch e Hunter.
Um romance que nos desperta algumas gargalhadas, boa disposição e sensualidade.
A apontar de menos positivo fica a longa espera para a decisão de Dixon, mas também se tal não existisse não teríamos livro.
Fica a mensagem de que a sinceridade e honestidade devem ser as principais bases de qualquer relação na nossa vida!

Classificação:

quinta-feira, 17 de agosto de 2017

[Pegadas & Opiniões] 'A Amiga' de Dorothy Koomson

Sinopse:
Quando o marido é promovido, Cece Solarin muda-se para Brighton com os três filhos, animada com a possibilidade de um recomeço. No entanto, o ambiente do bairro que a acolhe parece-lhe ansioso e os vizinhos sobressaltados.
Cece descobre que, três semanas antes, Yvonne, uma das mães mais populares da zona, foi deixada às portas da morte, no pátio da escola dos filhos - a mesma onde se vê obrigada a inscrever os seus.
No primeiro dia de aulas, Cece conhece três mães muito diferentes que parecem querer ajudá-la neste novo começo. Mas Maxie, Anaya e Hazel são também amigas de Yvonne, e a polícia desconfia que uma delas poderá estar envolvida no crime.
Preocupada com a segurança dos filhos, Cece está decidida a descobrir a verdade…

Opinião: Não é novidade nenhuma que para mim é sempre um prazer ler Dorothy Koomson, pois desde o primeiro livro seu que li fiquei apaixonada pela sua escrita e pelas suas histórias tão tocante e reais.
Com o apoio da Porto Editora pude disfrutar desta maravilhosa leitura durante a minha semana de férias.
"A Amiga" conta-nos a história de Cece Solarin, recém-chegada a Brighton, com a sua família. Sob a perspectiva de "cidade nova, vida nova" Cece faz três novas amizades, com três mulheres cujos filhos andam na Preparatória de Plummer, tal como os seus gémeos.
Logo no primeiro dia de aulas, Cece apercebe-se de que o clima na escola está misterioso e pesado. O que se terá passado para todos ficarem sérios e incomodados com a presença do marido de Yvonne Whidmore? Porque estará toda a gente a sussurrar e conspirar?
O que Cece descobre deixa-a um pouco receosa: Yvonne, uma das mães da escola, foi encontrada inanimada, dentro do recinto escolar, ficando em coma de tão espancada que foi.
Todas as novas amigas de Cece, a Anaya, Maxie e Hazel, estiveram com a vítima na noite do crime e todas elas reportam diferentes versões dessa noite, ficando sob a alçada da polícia como principais suspeitas. Porque mentem? Do que são capazes para guardar um segredo?
Cece, graças a uma relação atribulada do seu passado, vê-se obrigada a colaborar com a polícia para desvendar o crime. À medida que a história se desenvolve ficamos a saber que muitas pessoas teriam motivos para querer magoar Yvonne, pois a mesma toda a vida se aproveitou das fragilidades e segredos de amigos e conhecidos para os chantagear com diferentes objectivos, como subir na vida ou ser popular.
A história é narrada através das quatro personagens principais, a protagonista Cece e as três amigas, permitindo ao leitor conhecer melhor todas elas bem como os seus receios, segredos. A forma como Dorothy conduz a narrativa através da perspectiva das diferentes heroínas enriquece, sem dúvida, o romance. À medida que vamos conhecendo as personagens vamos compreendendo que nem tudo o que parece é e ficamos a par de quatro histórias de vida verdadeiramente tocantes e comovedoras.
Mais uma vez, Dorothy não desilude. História bem construída, personagens fascinantes e um mistério cujo fim surpreende!

Classificação:

sábado, 12 de agosto de 2017

[Pegadas & Opiniões] 'Estou a ver-te' de Clare Mackintosh

Sinopse: Todas as manhãs, Zoe Walker faz o mesmo caminho para a estação de metro, espera no mesmo lugar da plataforma e escolhe o seu assento preferido na carruagem, sem nunca suspeitar que alguém a observa. 

Durante uma dessas viagens, certo fim de tarde, enquanto lê o jornal local, Zoe vê a sua cara num dos anúncios: uma foto de má qualidade, um número de telefone e a morada de um website: FindTheOne.com (Encontra-a.com).

Nos dias seguintes, as fotografias de outras mulheres começam a aparecer no mesmo anúncio, e Zoe percebe que foram vítimas de crimes extremamente violentos, incluindo homicídio. 
Com a ajuda de uma polícia determinada, Zoe procura saber o que está por trás daquele anúncio perverso, uma descoberta que vai transformar a sua paranoia em pânico total. Alguém anda a seguir todos os seus passos. E Zoe tem a certeza de que alguém próximo de si a escolheu como próximo alvo. 
Um thriller obscuro, claustrofóbico e repleto de volte-faces.

Opinião: Intenso, surpreendente e arrepiante!
Este romance foi o meu livro de estreia desta autora e sem alguma expectativa iniciei esta leitura e não podia ter corrido melhor. Devorei este romance desde a primeira página até ao epílogo.
O que pensariam se vissem a vossa fotografia num site de encontros amorosos e não tivessem conhecimento disso? E se se apercebessem que algumas das mulheres cujas fotografias eram expostas nesse mesmo site eram vítimas de crimes como roubo, violação, homicídio?
Pois, é o acontece com Zoe Walker, uma mulher e mãe de família cuja vida está em risco e ela apercebe-se a tempo, tentando tudo por tudo para descobrir quem está por trás daquele website perverso.
Ao longo desse percurso, conhecemos Kelly, uma polícia da brigada de furtos, que é quem tem o primeiro contacto com estes crimes, passando para o departamento de Homicídios. Tal como Zoe, Kelly fará de tudo para desvendar o grande mistério, apoiando-se mutuamente para tal e quebrando algumas regras de ética profissional para isso.
Não posso revelar muitos pormenores mas posso garantir que quem lê este thriller fica de queixo caído na reviravolta que a trama dá, principalmente quando ficamos a saber quem são os verdadeiros criminosos.
E se o criminoso é alguém a quem nós abrimos a porta de nossa casa todos os dias? E se o criminoso é sangue do nosso sangue e não fazemos ideia disso? 
Um Thriller viciante e arrepiante, que dá vontade de ler num trago, onde as suspeitas são inúmeras. Fica no ar uma possível continuidade a este livro e se tal acontecer espero ler!
A realçar que este livro foi escrito com a Mestria de quem já trabalhou num Departamento de Investigação Criminal. Parabéns à autora por ter pegado nos seus conhecimentos e experiências para construir um Thriller bastante realístico e plausível.
Obrigada à Marcador por me ter proporcionado esta leitura fenomenal.

Classificação:

quinta-feira, 10 de agosto de 2017

[Pegadas & Divulgações] Novidades Coolbooks

Sinopse: O que é o verdadeiro amor? Para Eduardo, de 17 anos, é a mãe e o irmão mais velho, Simão. Este, porém, tem um segredo que o empurra para a bebida e Eduardo receia que o seu irmão se suicide, tal como o pai de ambos o fizera, dez anos antes. 
Júlia acredita que passou ao lado de um grande amor. Em busca da verdade que mudará a sua vida, regressa à vila de Apúlia para reconstruir um passado de que não se consegue recordar. O caminho desta mulher perturbada está prestes a cruzar-se com o de Eduardo, trazendo à tona segredos, paixões agressivas e remorsos intemporais, com consequências devastadoras sobre a vida da outrora pacata vila piscatória. Uma alegoria moderna de um clássico, onde os humanos se destroem sem precisarem de intervenção divina.

Sobre a autora: Nascida e criada em Braga, Andreia Ferreira orgulha-se muito do seu sotaque. Escreve nos cafés, roubando histórias ao mundo de cada um para se inspirar. Licenciou-se em Línguas e Literaturas Europeias, tem duas pósgraduações e agora está a frequentar a licenciatura em Direito. É casada e tem um filho. É autora da trilogia Soberba e administra o blogue “d311nh4” desde 2010. Desde os 11 anos, abre o correio na expectativa de ter à sua espera uma carta para Hogwarts.
---------------------------------------------------------------------------
Sinopse: «O tempo não apaga tudo, sobretudo quando no tudo está incluído um grande amor.» 
Esmeralda e António viveram, em jovens, um amor profundo, bruscamente interrompido quando Esmeralda se vê forçada a abandonar a aldeia onde ambos viviam. Os jovens prosseguiram, entretanto, as suas vidas, felizes com o que o destino lhes proporcionou. Quando ambos estão já na idade madura, a inauguração de um empreendimento turístico na aldeia é o pretexto ideal para o reencontro há muito desejado. Sentimentos há muito esquecidos voltam à superfície, mais fortes do que nunca, e o que antes era desvio parece ser agora o melhor dos caminhos. Entre a doçura da memória e a realidade do presente, a escolha nem sempre é linear… 

Sobre os autores: José Rodrigues Com formação superior na área da gestão e carreira como consultor empresarial e formador. É sócio fundador da Visar, onde desenvolve toda a sua atividade profissional, em especial na área dos seguros. A família e os amigos, o karaté e o futebol veterano, complementam o enorme gosto pela escrita.
Sara Augusto Professora universitária e investigadora na área de Literatura Portuguesa e Literaturas Lusófonas, na Universidade Católica Portuguesa e na Universidade de Coimbra. Doutorada em Literatura Portuguesa. Fotógrafa formada no Instituto Português de Fotografia do Porto, com trabalhos desenvolvidos no campo da fotografia documental. 

[Pegadas & Divulgações] Novidades Grupo LIDEL

Sobre o livro: A Terapia de Bem-Estar (TBE) é uma técnica psicoterapêutica inovadora que vai ser implementada em Portugal. Um método de curta duração e que não recorre ao uso de fármacos, centrando-se na auto-observação e interação entre o paciente e o terapeuta.
O novo livro da editora dedicada às ciências sociais explica tudo sobre esta terapia revolucionária, nomeadamente como alguns dos sintomas de doenças na maior parte dos casos é provocada pela nossa mente, pela forma como estamos e vivemos.
A Terapia de Bem-Estar é uma terapia diferente das que são aplicadas atualmente, em Portugal, pois foca-se em seis domínios do funcionamento pessoal: controlo ambiental, crescimento pessoal, propósito de vida, autonomia, autoaceitação e relações positivas com os outros. Baseia-se assim numa ligação entre o corpo e a mente, numa conexão que se prende pela maneira como nos sentimos, que tem como propósito alcançar o equilíbrio pessoal.
Publicada em cinco idiomas, a obra destinada a psiquiatras, psicólogos, terapeutas e a outros profissionais dentro do campo da medicina como, por exemplo, medicina familiar, pediatria e reabilitação e, também, a todos os que têm interesse em aprofundar um pouco mais o seu conhecimento sobre este novo tratamento, fica agora também disponível em língua portuguesa.

Dividida em três partes - Desenvolvimento, Programa de oito sessões de terapia de bem-estar e Aplicações, abrange no total 21 capítulos:
· História;
· O Estudante de Filosofia e a Procura de Estratégias para Aumentar/Melhorar o Bem-Estar;
· Processo de Validação da Terapia de Bem-Estar;
· Avaliação Inicial;
· Sessão 1 – 8;
· Programa de 4 Sessões;
· Depressão;
· Mudanças de Humor;
· Perturbação de Ansiedade Generalizada;
· Pânico e Agorafobia;
· Perturbação de Stress Pós-Traumático;
· Crianças e Adolescentes;
· Nova Direções;
· O Futuro.

Sobre o autor: 
Giovanni A. Fava
Professor de Psicologia Clínica na Universidade de Bolonha e Professor Clínico de Psiquiatria na Universidade Estadual de Nova Iorque, em Buffalo. É autor de mais de 500 artigos científicos, tendo realizado pesquisas inovadoras em vários campos. É editor-chefe da prestigiada revista Psychotherapy and Psychosomatics.
-----------------------------------------------------------------------
Sobre o livro: As doenças do foro respiratório têm uma presença diária nas consultas de Medicina Geral e Familiar, face à sua elevada e crescente incidência e prevalência.
A Pneumologia, à semelhança de outras especialidades, está em permanente evolução, beneficiando do inegável progresso científico e tecnológico das últimas décadas.
“Pneumologia Básica em Medicina Familiar” teve em consideração as duas premissas anteriores. Não sendo um tratado, nem pretendendo esgotar os temas que o integram, visa a apresentação dos aspetos de diagnóstico e tratamento das várias patologias abordadas, de forma simples e despretensiosa, de modo a constituir um instrumento de utilidade prática.
Assim, privilegiou-se a sistematização (através de quadros, tabelas e algoritmos) e a documentação iconográfica, sempre que possível.
O livro está dividido em quatro capítulos. Os três primeiros são dedicados à semiologia, interpretação de exames complementares e as particularidades terapêuticas, e o quarto capítulo, mais extenso, engloba, por ordem alfabética, as entidades nosológicas respiratórias mais importantes.

Principais conteúdos:

- Sintomas respiratórios e exame objetivo pneumológico;
- Interpretação de exames complementares de diagnóstico;
- Particularidades terapêuticas em Pneumologia;
- Entidades pneumológicas específicas.

Sobre o autor/coordenador: 
António Bugalho
Professor de Pneumologia, Faculdade de Ciências Médicas, Universidade Nova de Lisboa; Consultor de Pneumologia, Hospitais CUF Lisboa; Autor de múltiplos trabalhos científicos e ações de formação no contexto da Medicina Geral e Familiar e especialidades médicas.
-----------------------------------------------------------------------
Sobre o livro: A aprendizagem do alfabeto é um marco importante na fase de crescimento das crianças, tal como é importante perceber de que forma é que as palavras são feitas e que sons é que as compõem. Desta forma, este livro desconstrói as palavras explicando, passo a passo, as diferentes unidades que a constituem: sílaba, rima e fonema.
Destinada a crianças em idade pré-escolar, leitores emergentes e outros alunos limitados à oralidade, esta é uma obra que consciencializa através dos vários desafios que são propostos, desde identificar palavras com características semelhantes, segmentá-las e recuperar alguns dos seus componentes. Este manual prático permite que a criança foque a sua atenção nos sons e não propriamente nas letras que compõem as palavras.
Simulando um jogo de tabuleiro e com mapas mistério à mistura, miúdos e graúdos terão ao longo do livro a missão de salvar um cavalo-marinho chamado Nemas metido em problemas quando está à procura do “Tesouro das Palavras”. Para salvar o Nemas e avançar para a etapa seguinte, as crianças terão de entrar neste desafio e ultrapassar todos os ‘obstáculos’ através de diferentes jogos.
A obra é constituída por cinco capítulos: introdução, praia da sílaba, atol da rima, mar do fonema e soluções. Existe ainda um complemento de autocolantes para tornar a aprendizagem dos sons ainda mais divertida e fácil.

Sobre as autoras:
Florbela Henriques
Mestre em Psicologia Clínica e da Saúde pela Universidade Fernando Pessoa. É detentora dos títulos de Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde, com Especialidade Avançada em Necessidades Educativas Especiais. Exerce funções de diretora técnica e psicóloga na resposta social Residência Autónoma da Santa Casa da Misericórdia da Murtosa destinada a pessoas portadoras de deficiência. No âmbito da sua dissertação de mestrado, conduziu um estudo sobre o papel do meio no desenvolvimento da consciência fonológica e da consciência morfológica em crianças em idade pré-escolar, estudo esse que esteve na génese do presente livro.


Inês Gomes
Licenciada e doutorada em Psicologia pela Universidade do Porto, é Professora Associada na Universidade Fernando Pessoa, onde coordena o doutoramento em Desenvolvimento e Perturbações da Linguagem. Psicóloga no Hospital-Escola Fernando Pessoa, sendo detentora dos títulos de Especialista em Psicologia Clínica e da Saúde, com Especialidades Avançadas em Neuropsicologia e em Necessidades Educativas Especiais. Atua na área das dificuldades de aprendizagem e dos transtornos cognitivos em situação de disfunção neurológica, contando com várias apresentações em congressos e com publicações em livros e periódicos científicos.

terça-feira, 25 de julho de 2017

[Pegadas & Opiniões] 'Reencontro em Barcelona' de Elizabeth Adler

Resultado de imagem para reencontro em barcelona
Sinopse: A dupla de detetives Sunny Alvarez e Mac Reilly está de volta com mais intriga, escândalo e suspense neste maravilhoso romance que a levará das colinas de Hollywood até às ruas de Barcelona.
Bibi Fortunata, cantora, atriz e celebridade é uma estrela do mundo do espetáculo. No auge da sua carreira é detida por suspeitas de ter assassinado o amante e a mais recente amante deste, que era também a sua melhor amiga.
Bibi tornou-se notícia de primeira página, pelos piores motivos, mas a polícia nunca conseguiu provar nada e Bibi foi libertada, ainda com o pálio da suspeita a pender sobre a sua cabeça, partindo para Barcelona, onde pura e simplesmente desapareceu.
Quando Paloma, a filha de Bibi, pede ajuda a Mac e Sunny, eles não conseguem resistir à tentação de resolver aquele mistério de uma vez por todas. Quem matou o amante de Bibi e a amante deste? Quem quereria incriminar Bibi?

Opinião: Com esta leitura consegui atingir um dos meus objectivos do ano: ter lido todos os romances escritos por Elizabeth Adler. E que leitura tão boa, uma leitura de Verão,  em que a história flui naturalmente e nos cativa.
Bibi Fortunata, uma actriz famosa, é suspeita de ter assassinado o seu amante e a amante deste, por acaso sua melhor amiga (com melhores amigas destas ninguém precisa de inimigas!)
Após investigação, a Polícia não consegue provar a sua culpa e Bibi é ilibada, decidindo desaparecer, entregando a sua filha Paloma a uma das suas irmãs, Jassy.
Passados alguns anos, o marido de Bibi, engendrando um plano para deitar as mãos à fortuna de Bibi e sua filha, decide que quer a custódia de Paloma. Tal não pode acontecer e toda a família de Bibi, os Ravel, têm de a encontrar rapidamente.
Por coincidência do destino, ou não, Paloma, conhece o melhor detective privado da zona: Mac Reilly! Mac e a sua noiva, Sunny, conhecem Paloma e ficam sensibilizados com a situação da menina e logo entram em acção para descobrir quem cometeu o crime e porquê, partindo para junto da família Ravel, em Barcelona.
Mac e Sunny já são conhecidos em vários dos romances desta escritora e é sempre um prazer reencontrá-los. Uma dupla divertida que dá outro ânimo a toda a trama. Claro que o mistério é resolvido e finalmente Bibi encontra a paz que tanto procurava, juntamente com a sua família.
Uma leitura descontraída, uma escrita simples, um romance habitual de Elizabeth Adler que mistura romance e mistério e não desilude. 
Só tenho a apontar que o fim não é surpreendente e gostaria de ter visto a cidade de Barcelona um pouco mais explorada, mais descrita. Tornaria o romance ainda mais envolvente.

Classificação: