domingo, 1 de maio de 2016

[Pegadas & Opiniões] 'A Corporação Invisível' de Luís Sítima & Hugo V.Costa

Autoria: Luís Sítima & Hugo V.Costa
Editora: A Esfera dos Livros
Edição: Janeiro de 2016
N.º Páginas: 328


Sinopse: Carlos Anderson dos Santos, mais conhecido por Charlie, é o líder de uma das maiores farmacêuticas do mundo e uma das «personalidades da década» segundo a revista Forbes. Mas o nome do milionário é também o mais recente numa lista de inexplicáveis desaparecimentos de gestores na City de Londres. Para evitar o pânico nos mercados e o colapso do império que Charlie fundou, os seus pares decidem abafar a notícia a todo o custo e contratam um detetive privado, que se infiltra na empresa com a clara missão de vigiar os movimentos dos principais suspeitos – os membros, ávidos de poder, do Conselho de Administração. Até que, inesperadamente, uma estranha mensagem leva o investigador a embarcar numa viagem repleta de mistérios e segredos de tempos imemoriais. Poderá um escrito com raízes no antigo Egito ser a chave do paradeiro de Charlie? Londres, a capital do dinheiro e da finança, é o palco desta trama imparável, que nos revela uma conspiração global e uma sociedade secreta inspirada num código de conduta milenar. Construído a quatro mãos e com rara mestria, A Corporação Invisível é um thriller viciante sobre a natureza do comportamento humano e a verdadeira essência do poder.

Opinião: Para quem gosta de um thriller e de um bom mistério, como eu, este livro é o ideal!
Tudo começa com o desaparecimento de Carlos Anderson dos Santos, o CEO de uma grande empresa em Londres (cidade que adoro!). 
Com um conselho de administração sedento de poder e autoridade, as principais suspeitas recaem sobre estes. Mas neste livro nem tudo o que parece mais óbvio o é. E isso torna-se num dos pontos mais marcantes do livro.
Com um desenvolver algo dramático e intrigante, A Corporação Invisível foca-se na procura incessante do nosso detective para as respostas ao enigma do desaparecimento de Charlie. 
O livro desenrola-se em volta dos Sete Pecados Capitais (Avareza, Soberba, Inveja, Luxúria, Gula, Preguiça e Ira) e eu achei isso extremamente inteligente. A principal mensagem desta história são mesmo as pequenas mensagens que nos vão marcando e fazendo perceber que em cada capítulo do livro há uma lição importante a reter, como no capítulo da Soberba "O segredo da sabedoria, do poder e do conhecimento é a humildade", da Preguiça "tudo se perde quando nada se transforma", da Gula "A disciplina é a mãe do sucesso", etc. Ao chegarmos ao fim da leitura, percebemos que realmente estas citações fazem todo o sentido e a sua conjugação leva-nos ao surpreendente final da história. E escrevo surpreendente porque foi realmente surpreendente, nunca pensei que a história tivesse tal desfecho ou aquelas respostas à investigação do "onde, quando, como, quem, o quê, porquê".
Muito Obrigada à Esfera dos Livros que me proporcionou esta leitura emocionante!

Classificação:



Nenhum comentário:

Postar um comentário