quinta-feira, 16 de junho de 2016

[Pegadas & Divulgações] Novidades de Junho - A Esfera dos Livros

Ajudar os portugueses a comprar bem e barato, dando ao mesmo tempo a conhecer toda a riqueza e diversidade do nosso país num universo tão apaixonante e complexo como o dos vinhos, é o principal objectivo deste livro do crítico João Afonso, autor de Entender de Vinho e Curso de Vinho Para Verdadeiros Apreciadores (ambos editados por A Esfera dos Livros).
101 GRANDES VINHOS POR MENOS DE 10 € é, por isso, o caminho mais seguro para descobrir o arrebatador mundo do vinho português.
Seguro porque a qualidade da escolha é aqui garantida por um dos maiores especialistas em Portugal; e seguro porque os vinhos aqui referenciados têm um preço mais do que adequado ao seu valor. Este livro impede-nos, assim, que gastemos mais do que gostaríamos num bom vinho, ao mesmo tempo que nos orienta com critério e rigor diante das gigantescas muralhas de garrafas e rótulos em que se tornaram as prateleiras dos supermercados.
Hoje existem tantos vinhos bons em Portugal, tantas empresas profissionais, idóneas e competentes que, além de ser difícil escolher, há sempre o risco de se cometerem injustiças por omissão num livro como este. Mas, como diz o povo, enquanto há dois, há escolha. E esta foi a selecção que pareceu mais justa a um especialista tão reputado como João Afonso. Eleger este conjunto de vinhos de grande qualidade no meio de milhares de referências foi uma tarefa arrojada a que o autor se entregou com todo o conhecimento, experiência e capacidade de comparação que foi acumulando ao longo de anos de paixão e estudo.
Sobre o autor: João Afonso - Nasceu em Coimbra em 1957 e é o quarto filho de seis de uma típica família beirã: o pai, um respeitado médico de província; a mãe, doméstica e responsável pela sólida educação das crianças. João, o mais irrequieto, ingressou em 1976 num curso de Educação Física, que terminou mas nunca professou. Em 1978, entrou para o corpo de baile do Ballet Gulbenkian, onde acabaria mais tarde por se tornar 1.º Bailarino da Companhia, que deixou, com honra e brio, no ano de 1994, para abraçar de alma e coração aquilo que lhe tomava grande parte do pensamento desde há anos. O vinho, que começara por ser um antídoto contra as dores musculares que trazia todos os dias para casa depois de horas de intenso treino, transformara-se entretanto numa enorme paixão, felizmente partilhada por sua mulher, com quem criou três filhos e que sempre o apoiou em todos os projectos de vida, os quais passam também pelo vinho há mais de vinte anos. Desde 1994 que escreve regularmente para a Revista de Vinhos e ocasionalmente para outras revistas e jornais. É autor de vários guias de vinhos e de dois livros editados por A Esfera dos Livros. João Afonso prova, pensa, escreve e vive com o vinho. Em 2009, iniciou um projecto de vida e agora, além de crítico, é também produtor de vinho na região de Portalegre, onde procura recuperar e manter viva a memória das fantásticas vinhas centenárias da serra de São Mamede. Aí vive e trabalha como viticultor, provador e escritor de frases que tentam ajudar a fazer do vinho uma das artes mais sublimes do espírito humano.
À venda a partir de 17 de Junho.
-----------------------------------------------------------------------------
Sinopse: Corria o ano de 1932 quando um jornalista português chega a Twickenham, em Inglaterra, mais precisamente a a Fulwell Park, a residência de D. Manuel II, que há 22 anos vive no exílio.
Apresenta-se ao monarca para o entrevistar e com o projeto de uma biografia. O rei percorre memórias dia após dia, discute o presente com o visitante... Morre inesperadamente, antes do trabalho concluído e nem a entrevista nem o livro chegam a ser publicados... Mais de oitenta anos depois, em 2016, um jovem português recebe um inesperado presente da dona da casa londrina onde está instalado: uma mala antiga cheia de papéis.
Este é o ponto de partida do enredo que nos traz Nuno Galopim na sua primeira ficção. Em Os Últimos Dias do Rei, o jornalista debruça-se sobre a vida de D. Manuel II, o último rei de Portugal – que recebeu o trono aos 18 anos, após o assassínio do pai e do irmão no Terreiro do Paço - uma figura mítica para monárquicos e nostálgicos, mas completamente desconhecida dos portugueses.


Sobre o autor:
Nuno Galopim começou por traçar um futuro nas ciências, mas o jornalismo, a rádio e, sobretudo, a música e o cinema acabaram por falar mais alto. Com 27 anos de carreira nos media escreve hoje no ExpressoBlitzTime Out e Metropolis e é autor dos blogues Sound + Vision e Máquina de Escrever. Tem trabalho na música (do álbum Humanos à série O Melhor do Pop-Rock Português) e no cinema (como ator, produtor, consultor e programador, estando a preparar a sua primeira obra na realização). Nos livros estreou-se, era ainda aluno de Geologia, com Vida e Morte dos Dinossáurios (1992), em co-autoria com pai, o Professor Galopim de Carvalho. É o autor dos livros Retrovisor: Uma Biografia Musical de Sérgio Godinho (2005), Os Marcianos Somos Nós (2015) e The Gift – 20 (2015) e colaborou na Enciclopédia da Música Ligeira PortuguesaOs Últimos Dias do Rei é a sua primeira obra de ficção.

À venda a partir de 17 de Junho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário