terça-feira, 25 de julho de 2017

[Pegadas & Divulgações] Novidades A Esfera dos Livros - Julho

Sobre o livro:
Já se imaginou a ir para o emprego de bicicleta, enquanto sente o vento e o sol no rosto, desfruta calmamente do seu percurso, evita o trânsito caótico e ainda poupa tempo e dinheiro em gasolina e faz muito pela sua saúde?
O cenário é bonito mas também difícil de concretizar pois, de repente, começa a pensar como é que vai conseguir levar os seus filhos na bicicleta? como vai fazer nos dias em que chover? como vai transportar as compras que costuma colocar na bagageira do seu carro? ou como vai enfrentar aquela subida íngreme que parece impossível de vencer?
Miguel Barroso, especialista na área da Mobilidade Sustentável, prova-nos ao longo deste livro que todas estas questões podem ser facilmente resolvidas. Uns simples alforges podem solucionar o problema das compras, e uma cadeira específica, o transporte do seu filho, e vai ver que, passadas umas semanas, a subida já não é assustadora, mas apenas um pequeno declive. A chuva? Nada que um poncho impermeável não resolva, mas se vir bem não chove assim tantas vezes em Portugal.

E não tem de vestir uns calções de lycra para andar de bicicleta, é perfeitamente possível vestir o seu melhor fato e pedalar até ao seu destino. Estamos tão presos a uma lógica onde todas estas deslocações são feitas de outros modos (geralmente o carro) que deixar os velhos hábitos nem sempre é fácil. Mas acredite que é possível e este livro vai ajudá-lo a perceber que, depois de ultrapassados estes obstáculos aparentemente intransponíveis, a bicicleta vai passar a ser a sua melhor aliada.

Sobre o autor:
Miguel Barroso - Ex-aluno do Colégio Militar, arquiteto de Formação (FA-UTL), com pós-graduação emArquitectura Bioclimática (FA-UTL), está a terminar o doutoramento em Estudos Urbanos (ISCTE/IUL e FCSH/UNL). Foi docente do Ensino Secundário entre 1998 e 2007 e docente universitário entre 2013 e 2016. Entusiasta da bicicleta e não só, já praticou inúmeros desportos desde a infância, mas hoje em dia o BTT continua a ser a sua modalidade de eleição. Um apaixonado por DIY (faça você mesmo), já construiu um pouco de tudo: não só bicicletas, mas também drones, computadores e impressoras 3D, e algumas criações originais como berços, candeeiros ou brinquedos. Exerce arquitetura no seu ateliê (Tambstudio) desde 1997, a par de outras atividades ligadas ao design e fotografia. Juntamente com o Arquiteto Bernardo Pereira, fundou recentemente a Urbactiv, uma empresa de estudos, projetos e consultoria especializada em mobilidade ativa e sustentável. Nos últimos anos desempenhou um papel ativo nas questões da mobilidade e planeamento sustentáveis - promovendo campanhas e eventos, e participando em congressos e outras atividades relacionadas com o tema. Utilizador da bicicleta como meio de transporte há mais de 20 anos, é moderador de fóruns da especialidade e responsável pelo blogue LisbonCycle Chic. Colabora com a Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta, como consultor para a mobilidade sustentável e na dinamização de diversas iniciativas.
----------------------------------------------------------------------
Sobre o livro: Ser feliz na Dinamarca e noutros países prósperos é fácil. Com uma boa lareira por perto e um ordenado confortável para se fazer umas viagens aos trópicos duas ou três vezes por ano, quem é que consegue ser infeliz? Já a felicidade em Portugal, onde o salário mínimo é mesmo mínimo, os transportes públicos estão sempre atrasados e é preciso dormir à porta da Segurança Social para se ser atendido, é um assunto intrigante que desperta o fascínio da comunidade científica mundial.
Numa linguagem rigorosa mas acessível, o presidente e fundador do Instituto Português Para os Altos Estudos da Felicidade (IPPAEF), Diogo Faro, explica aqui o extraordinário segredo da felicidade do povo português. «“Na boa”, “um gajo safa-se”, “claro que se desenrasca isso”, os problemas resolvem-se e a vida leva-se de sorriso na cara», escreve o autor. «Com mais ou menos sobressaltos, descobrimos constantemente maneiras de saltar de nenúfar em nenúfar mesmo quando à nossa volta tudo é um lago de problemas.» Porque de vez em quando é bom olharmo-nos ao espelho e gostarmos do que vemos, a leitura deste livro fará o leitor sentir-se ainda mais feliz.
Por si. Pelo seu país. Por todos nós.

Sobre o autor: Diogo Faro tem-se destacado como comediante, mas chega-nos agora num papel completamente diferente. Depois da sua viagem à Índia onde viveu 3 meses como voluntário num templo Hindu, passou a ver a vida de outra forma como se tivesse um filtro de Instagram nos olhos chamado "optimismeville". E mesmo que isto possa soar cliché, a verdade é que percebeu que tinha algo mais para dar ao mundo. Inspirado em grandes pensadores da actualidade, criou o Instituto Português para os Altos Estudos da Felicidade e tem desenvolvido o seu trabalho a estudar precisamente a felicidade dos portugueses. As conclusões, até agora, são óptimas mas há sempre espaço para melhorar e é desta forma que surge este livro. Uma partilha do autor com os leitores sobre como podemos ser ainda mais felizes do que já somos, sendo que o leitor começa logo esse processo ao comprar este livro porque está a ajudar financeiramente o Diogo e o IPAEF gerando assim uma sensação de bem-estar para si mesmo, precisamente como nas religiões ou workshops de auto-ajuda.
----------------------------------------------------------------------
Sobre o livro: Sabe porque se assinala o Dia dos Avós no dia 26 de julho? Porque nesse mesmo dia comemoram-se os Dias de Santa Ana e de São Joaquim, pais de Maria e avós de Jesus Cristo.
Mesmo sem atentarmos ao calendário religioso, há já alguns anos que este dia entrou no leque daqueles a que as famílias prestam uma atenção especial. A pensar nisso, A Esfera dos Livros edita este pequeno livrinho – Avó, Conte-me a sua História.
Aqui, a sua Avó vai poder escrever a sua história, as suas memórias, as suas preferências, enfim, revelar-se como nunca se revelou e certamente vai descobrir uma Mulher ainda mais bonita, fascinante e adorável do que aquela que tinha conhecido até agora. É um livro para guardar junto dos tesouros de família: aquela fotografia especial em que a Avó está connosco ao colo, aquele brinquedo do qual somos incapazes de nos separar porque a Avó o escolheu com um carinho especial ou o casaco de malha que tricotou com muito amor. Um livro para passar de geração em geração, para que a figura da Avó fique para sempre na memória de todos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário