terça-feira, 17 de novembro de 2015

[Pegadas em Viagem] Djerba, a ilha mediterrânea tunisina





2 amigas. A primeira viagem juntas. Uma Tunísia tranquila e relaxante.


Tive a sorte de ter ganho esta viagem num passatempo levado a cabo pelo Jornal Destinos, onde a minha foto foi escolhida como a foto mais original do passatempo. Não cabia em mim de felicidade por saber que iria viver 7 dias de férias na ilha de Djerba com tudo incluído para duas pessoas. Escolhemos o mês de Agosto para usufruirmos da viagem e super entusiasmadas fizémos as malas e partimos para este pequeno Oásis. 

Djerba, de sua língua oficial o francês e o árabe, é uma ilha cheia de encanto, situada na costa mediterrânea do sul da Tunísia, maioritariamente muçulmana e com um clima muito particular devido ao seu calor e humidade.
Infelizmente, e mesmo sendo Agosto, apenas os primeiros três dias foram de sol radiante, apesar do calor se fazer sentir sempre (e a humidade também).

Tratámos dos detalhes da viagem com o operador turístico Travelers e ficámos instaladas no Hotel Meninx, de três estrelas, com o regime de tudo incluído. O hotel foi uma agradável surpresa: o quarto era muito confortável, com ar condicionado, uma varanda com duas cadeiras e uma mesa, e a wc pequena mas limpa; a piscina principal era maravilhosa, enorme e salgada, com imensas actividades ao longo do dia; a equipa de animação era simpática e esforçavam-se para falarem connosco; a praia era muito agradável e de acesso directo ao hotel; os espaços exteriores estavam sempre limpos e arranjados.

Um dos pontos que considerei mais fracos no hotel foi a comida, que era razoavelmente boa mas pouco diversificada. Havia a comida típica tunisina (uma das quais couscous que eu adorei experimentar) e a comida internacional como os hambúrgueres, as batatas fritas, arroz, etc. O que mais gostei na parte do restaurante foram os grelhados. Normalmente os grelhados eram variados e eu optei por comer mais grelhados e saladas.

Este Hotel é um hotel tão familiar que tem uma piscina de escorregas, onde os miúdos passam grande parte do dia a divirtir-se. Confesso, eu também me diverti nesta piscina!

Melhor ainda era a piscina principal, onde passámos muitos serões e participámos em algumas actividades que lá faziam como o water polo (e a minha equipa ganhou por muitos!). O ambiente era sempre divertido e marcado pela música ambiente.

A poucos metros de distância do hotel encontrava-se a praia, cuja areia parecia uma pena, de tão macia que é. Nos primeiros dias aproveitámos mais a piscina do hotel porque a praia se encontrava com muitas algas e era desconfortável. Passado alguns dias a praia "transformou-se": água quente, cristalina, com uma paisagem de cortar a respiração pautada de camelos e cavalos no areal. Torna-se um ambiente tranquilizante.

Uma das particularidades desta ilha é a abundância de camelos. Todos os dias na praia haviam tunisinos a dar passeios com os seus camelos e a negociarem passeios de camelo com os turistas da zona.Tive a oportunidade de subir para um camelo na excursão que decidimos fazer e posso dizer que é uma experiência muito gira!

Depois de ponderar todas as possíveis excursões, optámos por apenas participar no passeio de barco dos piratas à ilha dos flamingos, com demonstração de pesca e almoço na ilha. O ambiente no barco estava muito animado, com música, danças. O almoço foi uma surpresa muito positiva, onde comemos a comida típica dali, a equipa de animação foi óptima fazendo uma espécie de teatro onde representavam as nacionalidades de todos os turistas e conseguindo arrancar algumas gargalhadas no geral.
A noite anterior tinha sido de tempestade (tive tanto medo que mal dormi) e a ilha dos flamingos não se encontrava no seu estado mais pleno. A ilha é paradisíaca, mas tivemos o azar de ir num dia depois da tempestade com tempo nublado e quase chuvoso. Valeu a pena na mesma.

Uma das experiências que mais valem a pena em Djerba é, sem dúvida, sair do hotel para beber chá e fumar shisha. No hotel o chá é muito agradável e gratuito, mas não é variado. Já a shisha é paga mas também é pouco diversificada. Assim, juntámo-nos a um grupo de portugueses e fomos todos a uma esplanada, relativamente perto do hotel. Foi uma excelente noite com uma excelente companhia.


Djerba é excelente para umas férias descontraídas, a dois ou em família. Foi uma viagem onde o descanso e o lazer reinaram.







Um comentário: