quinta-feira, 28 de julho de 2016

[Pegadas & Divulgações] 'Práticas de Intervenção na Violência e no Crime' - Grupo LIDEL

Uma ferramenta essencial para profissionais, técnicos de diferentes áreas e estudantes do ensino superior, que reúne as principais práticas de intervenção, para fazer face a qualquer fenómeno de violência e/ou crime.

A editora PACTOR apresenta o seu novo livro “Práticas de Intervenção na Violência e no Crime”, para apelar à consciencialização destes temas sensíveis que têm cada vez mais preponderância no mundo atual.

Com a coordenação de Ana Isabel Sani e Sónia Caridade, especialistas na área da Psicologia da Justiça, o novo livro da editora engloba um conjunto de saberes e casos práticos, que derivam da longa e vasta experiência profissional de 30 dos mais conceituados especialistas nacionais e internacionais, nas áreas da Psiquiatria, Direito, Serviço Social, entre outras.

Destinada tanto a estudantes, profissionais e técnicos de diferentes áreas como a todos os interessados em geral e dando continuidade ao grande trabalho de investigação e construção do conhecimento científico produzido em Portugal, esta obra permite ao leitor, através de uma leitura cuidada, ingressar naquele que é o delicado e difícil “mundo” da violência e dos processos de vitimização em diferentes grupos populacionais. Preenchendo um vazio significativo no trabalho da compreensão, assistência e tratamento das vítimas, “Práticas de Intervenção na Violência e no Crime” está dividido em três partes – Problemática da intervenção com vítimas; Práticas de intervenção, Tratamento e Reabilitação de agressores; Resposta institucional a problemáticas de violência e crime – e vai certamente mudar a perspetiva em relação ao crime que cresce dia após dia e ganha novas formas, nomeadamente através da agressão nos jovens casais, trafego de seres humanos ou o aumento dos abusos sexuais cometidos por jovens menores de 18 anos.

“Sabemos que a violência constitui um paradoxo trágico, pois o delito é um mistério indecifrável na vida das pessoas, dos grupos sociais e culturais; trata-se da destruição de outra pessoa e este comportamento implica, em si mesmo, uma autodestruição.”
 

Principais temas abordados no livro: 

§  Vitimação Múltipla Infantil e Juvenil: Orientações para a Prática Interventiva; 

§  Intervenção em Contexto de Acolhimento Institucional com Crianças e Jovens Vítimas de Violência; 

§  Programa Superar: Terapia Cognitivo-Comportamental para Crianças e Adolescentes Vítimas de Violência Sexual; 

§  Terapia Focada nas Emoções com Vítimas de Violência na Intimidade: Uma Proposta de Intervenção Psicológica; 

§  Proteção à Infância em Situações de Violência Vicariante: Como Avaliar e Promover Competências Parentais?

§  Mediação Familiar: Prática de Intervenção em Contextos de Alienação Parental; 

§  Intervenção em Situações de Violência Filioparental: Análise de Caso de Jovem com Medida de Promoção e Proteção em Acolhimento Institucional; 

§  Intervenção junto de Dependentes de Drogas Ilegais: Uma Proposta Integradora Baseada no Biograma; 

§  Terapia Multissistémica com Adolescentes Agressores Sexuais; 

§  Programas para Agressores: Modificar Comportamentos Abusivos no Âmbito das Relações de Intimidade e Prevenir a Reincidência; 

§  Tráfico de Seres Humanos: Práticas de Intervenção para a Prevenção; 

§  Filosofia da Atuação da Associação Projeto Criar; 

§  Contributos para a Compreensão e Transformação do Sistema de Acolhimento de Mulheres Vítimas de Violência Doméstica em Portugal; 

§  Violência e Envelhecimento: Compreender para Intervir; 

§  Famílias Multiproblemáticas: Estratégias para uma Intervenção Psicossocial. 
 
 
Sobre os autores:
Ana Isabel Sani, Doutorada em Psicologia da Justiça pela Universidade do Minho. Professora Associada na Universidade Fernando Pessoa. Coordenadora do Mestrado em Psicologia da Justiça: Vítimas de Violência e de Crime, Cocoordenadora da Unidade de Psicologia Forense da Clínica Pedagógica de Psicologia da UFP e perita forense. Investigadora no Observatório Permanente Violência e Crime da UFP. Membro integrado externo do Centro de Investigação em Estudos da Criança na UM.
 
Sónia Caridade, Licenciada, Pós-Graduada e Doutorada em Psicologia da Justiça pela Universidade do Minho. Professora Auxiliar na Universidade Fernando Pessoa (UFP). É também cocoordenadora da Unidade de Psicologia Forense da Clínica Pedagógica de Psicologia da UFP e perita forense. Investigadora no Observatório Permanente Violência e Crime (OPVC) da UFP. Autora de diversas publicações, nacionais e internacionais, na área da Psicologia da Justiça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário