sexta-feira, 4 de novembro de 2016

[Pegadas & Opiniões] 'A Rapariga do Calendário - Livro 3' de Audrey Carlan


Autoria: Audrey Carlan
Editora: Planeta
Data de publicação: Julho de 2016
Número de páginas: 388
Tradução: Ana Maria Pinto Dias

Sinopse: A vida de Mia Saunders continua no terceiro livro perversamente escaldante da série A Rapariga do Calendário!
Nestes três meses, Mia desloca-se a Miami, ao Texas e à sua terra natal, Las Vegas.
Em Julho, será sedutora num videoclipe do artista de hip-hop, com discos de platina, Anton Santiago. A recuperar do trauma sofrido em Junho, a nossa rapariga abre o coração e descobre que correr riscos lhe concederá o que sempre desejou, necessitou e muito mais.
Em Agosto, Mia viaja para o Texas vestindo a personagem e representando o papel de ser a irmã perdida do magnata do petróleo e importante homem de negócios Maxwell Cunningham. O trabalho devia ser canja, só que são revelados segredos do passado que mudarão o que sempre acreditou ser verdade.
Em Setembro, Mia parte para a sua Sin City, onde o mundo à sua volta parece desmoronar-se. As pessoas que ama travam batalhas para as quais não está preparada, mas que se sente desesperada para resolver antes de perder tudo.

Opinião: Este romance é uma verdadeira montanha-russa de emoções! A nossa protagonista vê a sua vida ficar do avesso.
Este livro traz-nos Julho, Agosto e Setembro da vida de Mia Saunders, uma rapariga de vinte e quatro anos que tem um ano para dar um milhão de dólares ao agiota que chantageou o seu pai (e por sinal seu ex-namorado, ninguém merece). A única solução rápida e eficaz que Mia vê é tornar-se acompanhante de luxo na empresa de acompanhantes da sua tia Millie. 
No mês de Julho, em Miami, Mia é contratada para ser a mulher sexy no videoclip do artista de hip-hop com discos de platina, Anton. Este acaba por se tornar muito amigo de Mia e ajuda-a a ultrapassar o seu trauma mais recente relacionado com o cliente de Junho. Mia encontra em Anton um ombro amigo fulcral para a sua recuperação emocional. 
Nos entretantos, a nossa heroína e o seu amor decidem (entre momentos de paixão e rondas ativas de sexo alucinante) assumir a sua relação dando a estabilidade emocional de que Mia sempre precisou e nunca quis admitir. 
Em Agosto, Mia é contratada para interpretar o papel de irmã desaparecida de um magnata do petróleo, Maxwell Cunningham. É aqui que o principal enredo do romance começa. 
Maxwell é muito mais do que um desconhecido. Ao longo do mês vão sendo revelados alguns segredos da família de Mia e algumas verdades na sua vida são derrubadas. Entre revolta, mágoa e tristeza, Mia e Maddy (a sua irmã) conseguem ultrapassar juntas todas as inquietações.
Como se não bastasse, em Setembro, a condição do seu pai piora bastante e a protagonista não consegue fazer cumprir o seu contrato e falha com o cliente desse mês, tendo que o indemnizar em cem mil dólares, ou seja, nesse mês não consegue pagar ao agiota a quem o seu pai deve ainda quatrocentos mil dólares. Agiota esse que a vai ameaçando e elabora alguns planos maliciosos para Mia ceder ás suas exigências.
O mundo de Mia continua a desmoronar... O seu amado, durante umas filmagens do seu filme, é raptado e torturado por terroristas. Um turbilhão de acontecimentos sucedem-se e ficamos completamente agarrados às cenas dos próximos capítulos.
Este, até agora, é o livro mais surpreendente de todos, onde a vida pessoal de Mia é ainda mais aprofundado do que nos outros livros da série.
Mulher de coragem e com garra de vencer, Mia é também uma mulher de sorte por ter imensos amigos que a apoiam de verdade e a chamam de família.
Mal posso esperar para saber como vai terminar esta saga fenomenal e sedutora!

Classificação:

Nenhum comentário:

Postar um comentário