quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

[Pegadas em Viagem] São Miguel, um Paraíso no Atlântico Nordeste


De 9 a 13 de Junho pude descobrir um dos lugares mais bonitos que já vi em toda a minha vida.
Já havia visitado a ilha da Madeira há mais de dez anos e, não sei se foi pela idade que tinha, achei a ilha muito pouco deslumbrante e interessante. O que mais me marcou foi o Jardim Botânico da Madeira e pouco mais.
Desde há algum tempo que os Açores me tinham chamado à atenção e conheço algumas pessoas que já tinham estado nas duas ilhas, Madeira e Açores, e confirmaram-me que realmente as ilhas dos Açores são mais graciosas e bonitas. Decidi ir ver com os meus próprios olhos e lá fui em família!

Aterrámos na ilha de São Miguel já de noite e decidimos ficar a descansar pois sabíamos que nos dias seguintes muito tínhamos para descobrir! 
Começámos a primeira manhã a explorar o Mercado de Ponta Delgada. Deu para conhecer um pouco da vida local bem como conhecer os produtos locais. Bebi um sumo natural excelente, numa banca chamada 'Sabores' e aconselho vivamente juntamente com um dos produtos típicos açorianos, o bolo lêvedo (de preferência com queijo, nozes e mel, delicioso!). Outro dos produtos típicos e de uma qualidade elevadíssima é o queijo. Um dos espaços de mercado transbordava queijos! Confesso, eu sou louca por queijos e foi inevitável não comprar pelo menos 3 grandes.


Não há palavras para descrever o encanto desta ilha. Tudo é verde, tudo é natural. Desde os inúmeros miradouros às mais variadas lagoas de uma beleza estonteante... E, claro, as vacas a pastar não poderiam faltar! 
Vejam com os vossos próprios olhos.

A ilha de São Miguel, a maior ilha do arquipélago dos Açores, tem um clima temperado oceânico, o que significa que em Junho, data da minha viagem, o tempo estava fresco e húmido.
Graças ao site Spotazores, que tem câmeras espalhadas pela ilha em tempo real, fomos tendo acesso ao tempo dos vários pontos da ilha e fomos contornando o mau tempo.


Um dos principais locais da ilha são as Furnas. Quem nunca ouviu falar das famosas furnas de São Miguel? Confesso que não provei o cozido das furnas, mas adorei visitá-las!
As furnas são conhecidas pelas suas águas termais, a Poça da Dona Beija e piscinas térmicas. Também nas furnas situa-se o maravilhoso Parque Terra Nostra. 
Lindíssimo, harmonioso e excelente para descansar e relaxar.

Um dos pontos fortes da ilha são também os seus chás,
A mais antiga plantação de chá da Europa, a Gorreana, funciona desde 1883. Podemos visitar as instalações e provar, gratuitamente, os diversos chás produzidos.
Também o chá Porto Formoso é um dos mais conhecidos. São proporcionadas visitas guiadas a qualquer hora do dia, dentro do horário de funcionamento,e os clientes são convidados a provar o chá numa sala típica micaelense. Um serão muito agradável.
Gostei mais da visita ao chá Porto Formoso do que ao da Gorreana, pois o atendimento foi mais orientado para o cliente do que para as vendas.
Em ambos o preço do chá é aliciante e recomendo!

Da gastronomia da ilha só tenho a dizer coisas maravilhosas! Desde os doces, aos vinhos, aos queijos, aos enchidos, ao peixe fresco... São Miguel é de uma riqueza gastronómica incrível. Lapas da ilha, bife de atum, sopa de peixe foram três pratos que tive a oportunidade de provar. Avalio-as em mais de 5 estrelas!
Se querem ter uma refeição tranquila e saudável (com vista para o mar) aconselho o Bar Caloura, na Lagoa. As refeições são deliciosas, todos provamos vários tipos de peixe e o preço até é acessível.

Hoje em dia visitar os Açores já não é tão caro graças aos voos low-cost. Se gostam da natureza e se tiverem oportunidade para visitar São Miguel façam-no, não se vão arrepender. Vão ver paisagens lindíssimas, o povo é simpático, a gastronomia excelente... Conhecer São Miguel é apreciar a Natureza em todo o seu esplendor.








2 comentários:

  1. Adoraria visitar os Açores! Também já fui à Madeira e fiquei encantada com a ilha, mas as imagens que vejo das ilhas dos Açores dão-me muita vontade de as conhecer... Eu adoro a pureza da natureza e acho que iria passar lá bons momentos. :)

    Beijinhos,
    Ana
    http://momentosliterariosml.blogspot.pt

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida Ana!
      Vale mesmo a pena este contacto com a Natureza :)

      Excluir