terça-feira, 27 de junho de 2017

[Pegadas & Opiniões] 'A Herdeira' de Elizabeth Adler

Sinopse: Ao entardecer, na belíssima paisagem do Mar Egeu, uma mulher de cabelos ruivos cai da amurada de um iate de luxo. Em terra, o pintor Marco Polo Mahoney vê a queda, percebe que a jovem está ferida e assiste, perplexo, à embarcação a afastar-se deliberadamente. Marco tenta imediatamente salvá-la mas não a consegue encontrar. É como se a bela ruiva nunca tivesse existido. Mas ele tem a certeza do que viu. E está disposto a tudo para resolver o mistério.
Angie Morse acabou de ser atingida na cabeça com uma garrafa de champanhe. Caiu no mar, ferida, e os seus companheiros parecem estar a abandoná-la. O iate onde ela seguia está a afastar-se, levando consigo os supostos amigos e o namorado. E, embora cada um deles tivesse algo contra si, Angie estava longe de imaginar que quisessem vê-la morta. Agora, enquanto as ondas a tentam submergir, invade-a um sentimento apenas: raiva.
É a raiva que lhe vai dar forças para sobreviver… e também para se vingar… 

Opinião: Quem me conhece e segue o blogue sabe bem que Elizabeth Adler é uma das minhas escritoras favoritas, pois os seus romances prometem e cumprem! O que não veio a acontecer nesta trama de 'Desaparecida'. 
Angie, uma bela ruiva, cai no mar a partir do iate do multimilionário Ahmed, muito ferida e todos à sua volta a abandonam ali. Marco Mahoney, um famoso pintor, assiste àquela cena, tenta salvá-la mas em vão. Aquela desconhecida fica na sua cabeça e vai procurar ajuda a tentar perceber o que realmente viu naquela noite, o porquê e quem é aquela mulher. A trama desenrola-se a partir daqui com algumas falhas no sucesso da leitura.
Para mim, este é o livro mais fraco da autora. A história não é má, simplesmente não foi desenvolvida e enriquecida da melhor forma. Há algumas incongruências, coincidências muito forçadas e um fim pouco elaborado.
Penso que a sinopse do livro também veio ajudar a esta "expectativa não correspondida" pois quando a lemos pensamos numa grande história de traição e vingança e isso não corresponde, de todo, à verdade.
A meu ver, o facto da escritora ter deixado Angie para segundo plano foi uma das maiores falhas. Os acontecimentos que desencadeiam a história aconteceram com Angie, porque é que esta não teve o merecido destaque no romance? As personagens secundárias como Lucy e Marco acabaram por ter muito mais envolvimento na história do que a própria Angie (não fez sentido para mim).
Espero, de coração, que Elizabeth Adler regresse em grande para compensar este romance mais fraco,
Agradeço imenso à Quinta Essência que me proporcionou mais uma leitura!

Classificação:

Nenhum comentário:

Postar um comentário